Tecqual

INSPEÇÃO, DILIGÊNCIAMENTO, NDT, INSPEÇÃO EM PORÃO DE NAVIOS, INSPEÇÃO DE SOLDAGEM.
 INSPEÇÃO DE PINTURA INDUSTRIAL, FISCALIZAÇÃO DE OBRAS, ALPINISMO INDUSTRIAL

                                                                    
INSPEÇÃO DE PINTURA

1.     OBJETIVO

Instruções para a utilização do Bresle Kit na detecção da contaminação de peças por sais de cloreto

2.     RESPONSABILIDADE E AUTORIDADE

PROCESSO
ÁREA
RESPONSÁVEL
 Bresle Kit
Controle da Qualidade
Técnico de Controle da Qualidade

3.     NORMAS TÉCNICAS

 ISO 8502-6 Preparation of Steel Substrates BeforeApplication of Paints and Related Products - Tests for the Assessment ofSurface Cleanliness - Part 6: Extractionof Soluble Contaminants for Analysis - The Bresle Method

4.     INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

As agulhas fornecidas para utilização com o bresle kit sãolacradas, mas deve-se ter cuidado ao utilizá-las e descartá-las, para evitarferimentos acidentais. As agulhas usadas devem ser descartadas como resíduos especiaisem aterros industriais ou incineradas.
Se a solução padrão utilizada para calibração do medidorentrar em contato com a pele, lavar a região com água corrente.
Se entrar em contato com osolhos, lavar imediatamente o olho com bastante água corrente limpa e procurarassistência médica.

5.     INSTRUÇÕES

 
Este método de ensaio está baseado na norma ISO 8502-3

 Começar

1.   Calibrar o medidor de condutividade conforme item 5.4.
2.   Usar luvas durante o teste. O teste é extremamente sensível; usar luvas limpas de látex ou de nitrila durante a extração de sais solúveis para evitar a contaminação da superfície.

5.1  Procedimento

1.      Remover a folha protetora do lacre de espuma do centro do Bresle Patch.
2.      Aplicar o patch na superfície a ser testada.
3.      Pressionar firmemente ao redor do patch para garantir uma vedação completa.
4.      Encher a seringa com 3ml de água deionizada.
5.      Inserir a seringa no patch através do perímetro esponjoso da espuma próxima à sua borda.
6.      Segurar a agulha à aproximadamente 30º da superfície de ensaio, flexionando a agulha, se necessário.
7.      Injetar 1,5ml de água deionizada no patch. Não remover a seringa.
8.      Com a seringa ainda no patch, reposicionar a agulha e sugar o ar do patch.
9.      Retirar a seringa do patch.
10.    Segurar a seringa com a agulha apontada para cima e expelir o ar dela.
11.    Após 10 minutos, sugar a solução para dentro da seringa e então imediatamente injetá-la de volta ao patch.
12.    Repita o passo 11 até que pelo menos quatro ciclos de injeção/sucção sejam concluídos.
13.    Terminado o último ciclo, extrair o máximo de solução possível e remover a seringa do patch.
OBS.: Durante as etapas 5 a 12, é essencial que nenhuma solução seja perdida. Se s solução for perdida, o ensaio deve ser rejeitado e refeiro.
14.    Medir a condutividade da solução usando o Medidor de Condutividade modelo B-173, conforme o item 5.5.
15.    Injetar a amostra diretamente na célula do sensor. Enxaguar várias vezes a célula com a solução a ser medida antes de tomar a leitura.
16.    Depois que o teste estiver completo:
·  Registrar a temperatura da solução;
·  Retirar o Bresle Patch do local e limpar a superfície. Se necessário, qualquer resíduo do adesivo do Bresle Patch que tenha ficado na superfície de teste pode ser removido, limpando a superfície com um pano umedecido com um solvente.
·  Lavar todos os componentes do kit em água corrente. Os componentes poder ser usados novamente.

5.2  Para Calcular a Densidade de Sais da Superfície

Multiplicar a leitura por um dos seguintes fatores1:
 
Mistura de Sal - ISO
Leitura
mg/m2
mg/cm2
µS/cm
x 1,2
x 0,12
1 Baseado em uma área de 12,5cm2 e um volume de 3ml.

5.3  Calibração

O Medidor deve ser calibrado antes de se fazer uma medida. É recomendada a calibração pelo menos uma vez por dia.
1.      Remover a tampa de proteção do sensor.
2.      Pressionar a tecla POWER para ligar o medidor.
3.      Preencher a célula do sensor com a solução de calibração (1,41mS/cm)
4.      Pressionar CAL/MODE.
- A tela mostra o indicador de calibração       e 1,41mS/cm.
- Quando o indicador de calibração desaparecer, a calibração estará completa.
5.      Lavar as células do sensor com água corrente e enxugar com um tecido limpo.
Os valores da calibração permanecem armazenados na memória do medidor quando o medidor estiver desligado.

5.4  Fazendo a Medição

Antes de tomar uma medida, garantir que o medidor esteja calibrado.
1.      Remover a tampa de proteção do sensor.
2.      Pressionar a tecla POWER para ligar o medidor. Sempre ligar o medidor sem que haja líquido no sensor.
3.      Definir o modo de medição: a medição pode ser feita da condutividade ou da salinidade. Para definir o modo de medição:
- Para condutividade, pressione o botão CAL/MODE até que o indicador de Faixa/Modo u mostre µS/cm ou mS/cm;
- Para salinidade, pressione o botão CAL/MODE até que o indicador de Faixa/Modo u mostre %.
4.      Faça a medição. Existem dois medos de medição, dependendo da quantidade de amostra disponível:
Método 1 - Mergulhando o Sensor na Amostra
Quando imergir o sensor na amostra, mergulhe-o até a linha de nível máximo de imersão marcado no corpo do sensor.
Método 2 - Pingando a Amostra no Sensor
Pingue a amostra na célula do sensor usando a seringa ou um conta-gotas.
Quando a amostra cair na pilha do sensor, garantir que amostra encha a pilha do sensor e que a amostra não contenha bolhas.
5.      Ler o valor exibido quando o indicador de estabilização J aparecer.

5.5  Função Hold

A função HOLD mantém o resultado da leitura no display. Ela é usada para fixar o valor exibido no final da medição, para que os resultados possam ser gravados.
HOLD MANUAL: Pressionar HOLD para reter o valor exibido na tela. O indicador HOLD        aparece e o valor exibido é retido até que qualquer botão seja pressionado.
HOLD AUTOMÁTICO: Desligar o aparelho. Pressionar e segurar o botão HOLD e pressionar o botão POWER para ligar o medidor. O medidor entra em modo de espera automático e o indicador HOLD         pisca. Neste modo, o medidor irá manter automaticamente o valor exibido quando o Indicador de Estabilização aparecer.
Registrar as informações no formulário F-SIG-138 Relatório de contaminação salina da superfície.

5.6  Após a Medição

1.      Pressionar o botão POWER para desligar o medidor.
2.      Lavar o medidor com água corrente e enxugá-lo com um tecido limpo.
3.      Colocar a tampa de proteção do sensor.
Nota: Se o medidor não será usado por um longo tempo, usar água purificada (deionizada) e vez de água de torneira.
 
INSPEÇÃO -PINTURA - FABRICAÇÃO


                 

INSPEÇÃO - PINTURA  - FABRICAÇÃO



CONTATOS 098 983398442 - 019 987505518 - 019 988360456 - 019 35445037 -
19 - 3352.5518 *|novo*


QUALIDADE - PINTURA E FABRICAÇÃO É O NOSSO NEGOCIO


ELASTÔMERO PROTEÇÃO ANTICORROSIVA
 
Trata-se de um revestimento elastomérico, ecológico (à base de água), monocomponente, de fácil aplicação e elevado desempenho em ambientes corrosivos – atmosferas marítimas (névoa salina) e poluídas (SO2). Nestes ambientes, a maioria dos processos de corrosão ocorre por concentração iônica e aeração diferencial, a partir de frestas, parafusos, porcas, cantos vivos, contraventamentos e junções de materiais dissimilares – responsáveis pelo início de cerca de 50% dos processos corrosivos em plantas petroquímicas, industriais e unidades marítimas offshore.
Entre em contato
Entre em contato conosco por aqui
Redes Sociais
Alpinismo Industrial
 
Trabalhamos com acesso por cordas  em locais de difícil acesso ou acesso vertical, atuamos com acesso por cordas Industrial que é uma técnica opcional e inovadora de trabalho em altura oferecido por nossa empresa, que combina as mais avançadas técnicas de acesso a locais elevados e em ambientes confinados, utilizando cordas e equipamentos específicos de descida e ascensão, em serviços onde o acesso é difícil e oneroso.



Indique um Amigo
Nome:

Nome do seu amigo(a):

E-mail do seu amigo(a):


Sede-Avenida Padre Atílio 225 sala 11
CEP: 13601-100
Sede: Araras - SP

Atendimento em São Paulo - SP e São Luís - Maranhão

Fones:
 Atendimento 
 +55 19 3352.5518
 +55 19 3544.5037 

Comercial
 +55 19 98750.5518


Contato comercial                                        
Célia Regina F
uzaro 
celia.tecqual@tecqual.com.br
celia.tecqual@hotmail.com


Skipe:  Tecqual.inspeçoes  
                                 

E-mail
Celia.tecqual@tecqual.com.br
Celia.tecqual@hotmail.com
Ferdinando.pismel@tecqual.com.br


Telefones:

ATENDIMENTO  19 3352.5518 - Horario comercial *Novo*

São Luis  98 98231.5518 - *Novo*

ATENDIMENTO  
+55 19 93544.5037 Horario comercial
+55 19   3352.5518

ATENDIMENTO 
+55 19 98750.5518  
+55 19 98836.0456


Copyright © Tecqual / Criacao de Sites: Brasil na Web